CGU revela irregularidades no reembolso de gastos de funcionários do Cespe

Correio Brasiliense

Casquinhas de siri, bobós de camarão, meia-calça, tintura para cabelo, absorventes, multas de trânsito de carros particulares, persianas de quitinetes residenciais. O Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe) costumava cobrir todo tipo de despesas pessoais de alguns funcionários e prestadores de serviços da instituição vinculada à Universidade de Brasília (UnB). Muitas vezes, tais gastos nem eram comprovados.

A constatação é de auditores da Controladoria-Geral da União (CGU). Eles passaram um ano examinando documentos do Centro, órgão público que é o maior organizador e executor de concursos do país. O relatório da auditoria, divulgado pelo Correio desde a última sexta-feira, aponta irregularidades no reembolso de gastos que os funcionários alegaram ter, mas que nunca foram comprovados ou não tinham nenhuma relação com o trabalho que realizavam.

Em uma análise por amostragem — sem conferir toda a contabilidade — os técnicos da CGU identificaram pagamentos feitos aos funcionários do Cespe referentes a contas de telefones celulares, refeições oferecidas pelo gabinete da reitoria da UnB, compras de aparelhos eletrodomésticos e até pagamento de infrações de trânsito (veja quadro). Pelo menos R$ 23 mil foram gastos irregularmente pelo Cespe com reembolsos feitos a prestadores de serviços contratados de 1996 a 2005.

Multa e persianas
Todos os reembolsos foram autorizados pelos diretores do Cespe na época. Alguns deles se basearam em notas fiscais apresentadas, mesmo que incompatíveis com as atividades da instituição. Mas há uma parcela expressiva de reembolsos pagos sem o funcionário nem sequer explicar como gastou o dinheiro. Uma funcionária, por exemplo, recebeu o reembolso de R$ 1.058 referente a, segundo ela, gastos com carregadores de malas em uma viagem, mas não apresentou comprovante da despesa.

Leia matéria completa aqui

»crosslinked«

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *