EVP: (CESPE/Analista SERPRO 2005) – Gerenciamento de Projetos (PMBoK)

Caros Alunos,

 Adivinhem? 🙂 Isso mesmo! Alguns avisos:

* Saiu finalmente o novo Plano de Cargos e Salários (PCS) do SERPRO. Agora está valendo aquela máxima: “Quem está fora quer entrar, e quem está dentro não quer sair”.
* Lançamos no Blog a Análise por Pontos de Colaboração (APC), um novo programa de premiação cujo objetivo é retribuir diretamente, ou seja, sem sorteio, àqueles que colaboram mais com a comunidade. Participe!

Segue o artigo de hoje…

Mais uma questão do SERPRO, desta vez sobre PMBoK:

(CESPE/Analista SERPRO 2005) 74 Operações são empreendimentos temporários que têm por fim produzir um resultado único dentro de restrições de tempo e custo. Projetos diferem de operações principalmente no que se refere ao caráter repetitivo dos resultados produzidos e à inexistência de um prazo de encerramento. (2005)‏

Pessoal,

Essa aqui é a famosa “melzinho na chupeta”, aquela que você
não pode errar de jeito maneira, uma vez que ela cobra aspectos primários de um assunto, ou seja, uma passada rápida no material já seria o suficiente para arrematá-la. E sabe o que é melhor (ou pior…)? Vale o mesmo ponto de outra que cobra o rodapé da mesma bibliografia!

Portanto, não é preciso apenas saber resolver questões, antes disso, é preciso saber estimar com agilidade o custo benefício de uma questão. Isso fará toda a diferença na administração de seu tempo e de seus pontos, os quais o levarão à tão sonhada aprovação.

Especificamente nessa questão, se você leu, pelo menos, o primeiro capítulo do PMBoK 2004 (leitura obrigatória para TI!), era só “partir pro abraço”.

Se não, vejamos o que diz o Glossário do PMBoK 2004:

Operações / Operations. Uma função organizacional que realiza a execução CONTÍNUA de atividades que produzem o mesmo produto ou fornecem um serviço repetitivo. Exemplos: operações de produção, operações de fabricação e operações de contabilidade.

Projeto / Project. Um esforço TEMPORÁRIO empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Perceberam a diferença? A dicotomia o contínuo e o temporário?

Isso é a primeira coisa que se aprende quando se estuda Gerenciamento de Projeto!

 Portanto, os conceitos estão invertidos no enunciado e assertiva está ERRADA!

Moral da Estória:
Se o tempo for escasso (e quando não é?), em vez que escolher qual assunto estudar e qual não estudar, escolha em qual se aprofundar e em qual ser superficial. Porém, TODOS, os assuntos devem ser “vistos”, mesmo que seja numa conversa com o colega de estudos. Acredite!  Você não vai se perdoar quando souber que errou 1+1 só porque não olhou/revisou a tabuada (é a nova!)

Vou ficando por aqui…

Não deixem de enviar suas dúvidas!

Bons Estudos!

Walter Cunha
[email protected]


http://www.waltercunha.com/blog

Bibliografia:
Um Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos (3ra Edição – PMI)
 

»crosslinked«

Walter Cunha

O professor Walter Cunha é pós-graduado em Gerência de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Engenheiro Eletrônico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica ( ITA).

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *