Série Impressões de Provas – Senado 2008 Analista de Sistemas

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Marcio Stefani disse:

    Fiz a prova em SP…  e nunca vi tamanho amadorismo de uma banca de concursos.  Eis algumas trapalhadas:

    1) no cartão de inscrição não constava restrições a relógios analógicos. A fiscal todos entrarem portando tais relógios. Depois de 15 minutos disse que não podia mais e que só mencionaria o horário 30 minutos antes do término DA PROVA. O pessoal da sala pediu para avisarem pelo do horário pelo menos a cada 30 minutos. A fiscal se recusou e disse que a coordenação é que viria à sala para discutir a respeito. A coordenadora veio depois do sinal do início da prova, quando então lacraram os relógios e permitiram os fiscais a mencionarem o horário a cada 30 minutos. Todo mundo ficou nervoso e se desconcentrou.
    A própria coordenação teve que ligar para a central da FGV para saber que decisão tomar quanto aos relógios. Isto não é decisão que se tome 5 minutos antes da prova.

    O absurdo foi que várias pessoas portavam lápis e borracha sendo que o Edital mencionava claramente que seriam eliminados os candidatos portanto lápis e borracha. Os fiscais não deram a mínima e as pessoas usaram os objetos não permitidos.

    2) no quadro mencionava-se que o caderno de questões só poderia ser levado 30 minutos antes do término da prova. No próprio cartão de resposta mencionava-se 60 minutos.

    3) Fiscal distribuiu provas ao mesmo tempo que os relógios eram lacrados.

  2. Fernando Ribeiro disse:

    Fiz a prova de Analista de Suporte e gostei da prova (com exceção daquela questão que tem o desenho de um mictório huaheuaheuae)

    Infelizmente só acertei 4 questões de inglês. (Espero que tenha errado na correção).
    A questão subjetiva tinha quatro alternativas, que deveriam ser respondidas. Achei muito fácil essa questão, estava esperando algo melhor.
    A redação foi muito mais simples do que esperava também. Se chegarem a corrigir minhas subjetivas, acho que conseguirei boas notas.

    A parte de conhecimentos específicos estava rezoavelmente bem distribuída, acho que poderia ter caído um pouco mais de redes e segurança.

    A parte de complementares estava razoável. Nunca vou esquecer o dia que caiu uma questão sobre mictório em um concurso aeuhaeuhaeae. Fale que não parece um mictório?

    A de inglês foi a que achei pior =(

    Falow

  3. Leonardo Kury disse:

    acho que não há necessidade de se cobrar tanto em português também.. saber o que é uma oração coordenada assindetica ou coisas do tipo nao vao me ajudar muito em minha carreira de analista.. seria mais interessante cobrar compreensão textual, ortografia, essas coisas.. no mais a redação ja avalia se o candidato sabe ecrever um texto razoavel..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *