EVP: (CESPE/Analista SERPRO 2004) – Segurança da Informação

Walter Cunha

O professor Walter Cunha é pós-graduado em Gerência de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Engenheiro Eletrônico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica ( ITA).

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Anderson disse:

    Caros Walter e Jarson,

    Entendo que a criptografia nao garante a disponibilidade da informacao, pois no meio fisico ao qual a informacao trafega pode sofrer algum problema (rompimento, por exemplo) e adeus disponibilidade. Refiro-me a criptografia em geral.

    Nao esquecendo os 3 pilares da seguranca: confidencialidade, integridade e disponibilidade.

    Valeu

  2. Jarson disse:

    Bom dia!

    1º Parabéns pelo Blog Walter!!Bem, n entendi pq fala em CIDA, o qual, “A” quer dizes Autenticidade e depois explica Legalidade?sao a mesma coisa??
    Anderson entao quer dizers q dos 5 tipos(integridade, confidencialidade, autenticidade e disponibilidade e legalidade) a criptografia só prover confidencialidade?
    Caso agregue outros recursos como vc fez com o HAsh posso prover mais algum destes tipos(integridade, confidencialidade, autenticidade e disponibilidade e legalidade)??

    Desde já agradeço e desculpe qualquer ignorância!

  3. Anderson disse:

    Essa é uma questao onde é necessário saber o que a criptografia garante. Ela garante a confidencialidade da informacao entre uma origem e um destino.
    Vale lembrar que a criptografia nao provê integridade, nem disponibilidade.
    Para garantir integridade é necessario a utilizacao de algoritmos do tipo Message Digest (Hash), como o MD4, MD5, SHA-1 e Whirlpool.

    Espero ter colaborado para entender melhor a questao.

    Anderson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *