Modelo OSI x TCP/IP

Ola Senhores.

Vou tecer alguns comentários sobre redes de computadores, conceitos iniciais, básicos, que, ao meu ver,  são necessários para o entendimento da materia.

Caso você seja um expert no assunto, ignore essa parte, caso esteja iniciando os estudos sobre redes, leia-os com bastante atenção e  acesse os links que deixarei disponíveis.

Embora amplamente difundido na Internet e nos livros, o estudo desse assunto gera algumas duvidas aos estudantes de faculdade,s de cursos especializados e  de concursos públicos, as quais tentarei esclarecer a seguir.

Os Modelos de Referência: TCP/IP e OSI:

O padrão aberto técnico e histórico da Internet, o Transmission Control Protocol/Internet Protocol (TCP/IP), surgiu de uma necessidade específica do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. O modelo de referência TCP/IP e a pilha de protocolos TCP/IP tornam possível a comunicação de dados entre dois computadores quaisquer, em qualquer parte do mundo, a aproximadamente a velocidade da luz.

Devido ao sugimento de um grande número de redes  de computadores, a International Organization for Standardization (ISO) realizou uma pesquisa sobre esses vários esquemas de rede. Viu-se então, a necessidade de se criar um modelo de rede para ajudar os desenvolvedores a implementar redes que poderiam comunicar-se e trabalhar juntas (interoperabilidade). Assim, a ISO lançou em 1984 o modelo de referência OSI.

MODELO OSI:

O modelo de referência OSI é o modelo fundamental para comunicações em rede. Embora existam outros modelos, a maior parte dos fabricantes de rede, hoje, relaciona seus produtos ao modelo de referência OSI, especialmente quando desejam instruir os usuários no uso de novos produtos. Eles o consideram a melhor ferramenta disponível para ensinar às pessoas a enviar e receber dados através de uma rede.

No modelo de referência OSI, existem sete camadas numeradas e cada uma ilustra uma função particular da rede. Essa separação das funções da rede é chamada divisão em camadas. Dividir a rede nessas sete camadas oferece as seguintes vantagens:

  1. Decompõe as comunicações de rede em partes menores e mais simples.
  2. Padroniza os componentes de rede, permitindo o desenvolvimento e o suporte por parte de vários fabricantes.
  3. Possibilita a comunicação entre tipos diferentes de hardware e de software de rede.
  4. Evita que as modificações em uma camada afetem as outras, possibilitando maior rapidez no seu desenvolvimento.
  5. Decompõe as comunicações de rede em partes menores, facilitando sua aprendizagem e compreensão.

O problema de transferir informações entre computadores é dividido em sete problemas menores e mais gerenciáveis no modelo de referência OSI. Cada um dos sete problemas menores é representado por sua própria camada no modelo(Estaremos futuramente comentando cada camada). As sete camadas do modelo de referência OSI são:

Camada 7: A camada de aplicação
Camada 6: A camada de apresentação
Camada 5: A camada de sessão
Camada 4: A camada de transporte
Camada 3: A camada de rede
Camada 2: A camada de enlace
Camada 1: A camada física.

MODELO TCP/IP:

Já o modelo TCP/IP tem importância histórica, assim como os padrões que permitiram que as indústrias de telefonia, energia elétrica, estradas de ferro e videotape se desenvolvessem.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD) desenvolveu o modelo de referência TCP/IP porque queria uma rede que pudesse sobreviver a qualquer condição, mesmo a uma guerra nuclear.

Imaginem um mundo em guerra, entrecruzado por diferentes tipos de conexões: cabos, microondas, fibras óticas e links de satélite, e ainda a necessidade de trafegar informações/dados, independentemente da condição de qualquer nó ou rede particular na internetwork (que, nesse caso, pode ter sido destruída pela guerra).

Foi dentro desse complexo problema de projeto que levou à criação do modelo TCP/IP e que tornou-se, desde então, o padrão no qual a Internet se desenvolveu.

Diferentemente do modelo OSI( com sete camadas), o modelo TCP/IP tem quatro camadas, são elas:

Camada 4: A camada de Aplicação
Camada 3: A camada de Transporte
Camada 2: A camada de Internet
Camada 1: A camada  de Rede

É importante notar que algumas das camadas do modelo TCP/IP têm o mesmo nome das camadas no modelo OSI. Mas não se iluda, as camadas dos dois modelos têm funções e protocolos característicos que podem induzir ao erro.

MODELO OSI x TCP/IP: SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS.

Algumas semelhanças:

  • ambos são divididas em camadas;
  • ambos têm camadas de aplicação, embora incluam serviços muito diferentes;
  • ambos têm camadas de transporte e de rede comparáveis;
  • a tecnologia de comutação de pacotes (e não comutação de circuitos) é presumida por ambos;
  • os profissionais da rede precisam conhecer ambos.

Algumas diferenças:

  • o TCP/IP combina os aspectos das camadas de apresentação e de sessão dentro da sua camada de aplicação;
  • o TCP/IP combina as camadas física e de enlace do OSI em uma camada ;
  • o TCP/IP parece ser mais simples por ter menos camadas;
  • os protocolos do TCP/IP são os padrões em torno dos quais a Internet se desenvolveu, portanto o modelo TCP/IP ganha credibilidade apenas por causa dos seus protocolos;
  • Em contraste, nenhuma rede foi criada em torno de protocolos específicos relacionados ao OSI, embora todos usem o modelo OSI para guiar os estudos.

Fique por dentro!!!!

Vou deixar alguns links e bibliografias que ajudaram a aprofundar os conceitos e os estudos sobre o assunto minha próxima postagem deixarei uma questão de concurso.

Links:

Bibliografias:

»crosslinked«

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. José Pilco disse:

    Muito obrigado excelente aporte…

  2. Thais disse:

    Bem esclarecedor, eu gostei do artigo, parabéns!

  3. Deborah disse:

    Excelente artigo, bem resumido e que esclarece bem as diferenças e relações do OSI e TCP/IP. foi ótimo para que eu pudesse concluir meus estudos a respeito.

  4. LEANDRO disse:

    Me desculpem, mas este artigo é muito fraco….

  5. Ana Carolina disse:

    ótimo artigo, esclareceu o suficiente para elaboração do meu trabalho acadêmico.

  6. Otima definiçao do conteudo

  1. outubro 26, 2016

    […] ISBN 978-85-7452-516-7. p. 194. Ir para cima ↑ Walter Cunha – Modelo OSI x TCP/IP | http://waltercunha.com/blog/index.php/2009/04/22/modelo-osi-x-tcpip/ | Acessado em 08 de agosto de 2012 Ir para cima ↑ Tanenbaum, Tanenbaum, Wetherall (2011). Redes […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *