EVP: Homenagem a João Antônio

Redigi esse texto inspirada no Projeto Educacional do Professor João Antônio,um professor de informática para concursos de Recife,que não só ousou apenas sonhar com uma realidade coletiva maior e melhor,mas coloca em prática através de seu Projeto BEABYTE(www.beabyte.com.br) essa realidade.Um bom final de semana.Fica com Deus.

SONHO?
” Há cerca de  25 anos, li um livro do qual não me recordo nome,nem autoria, mas me lembro que a essência era uma sociedade fictícia amplamente integrada, enteragindo em todos os sentidos, tudo era feito de forma muito natural, pois já era algo intrínseco às pessoas, parte de sua cultura.Lembro que,
na época,me imaginei vivendo nesse mundo(mesmo naquela altura de minha vida, isso me pareceu muito distante).Não que, na época, já não existissem campanhas solidárias, comprometimentos humanos de interação e integração, mas tudo me soou tão fantasioso, pois o livro passava uma ideia de uma sociedade que não se detinha a campanhas isoladas(mesmo numerosas e contínuas), mas a um estágio de evolução humana elevada, consciente e já atingida, incorporada às pessoas.Idealizei tudo, como muitos já o faziam e pensei:”Quando a humanidade assim será?”
Hoje, feliz, vejo que, como tudo na vida, aqueles passos de campanhas isoladas, foi uma das tantas fases de um enorme processo que, ao longo dos anos, evoluiu.E que, o “sonho fantasioso” que alimentei, que nunca foi só meu(que bommmm!), ganhou formas e ainda vai evoluir muito mais.De movimentos isolados, com a ajuda das tantas ferramentas úteis e, que devem ser amplamente difundidas, das quais, hoje dispomos, tudo ganha enormes dimensões.
Passos curtos para alguns…ainda há muito por fazer!
Quero finalizar esta semana enaltecendo o trabalho do Professor João Antônio.Ele, para mim e, com certeza, para tantos outros, é um exemplo dessa evolução.Da evolução que, com enorme alegria, vejo se concretizar.De um “educador,idealizador do Be-a-Byte e cidadão insatisfeito“,como ele mesmo diz nas páginas de apresentação desse Projeto Educacional(
www.beabyte.com.br).”Insatisfeito” com uma realidade que ele,como professor de informática, convive e sente na pele.”Sentir na pele”, é esse, com certeza, um dos passos para essa evolução, é colocando-se no lugar dos outros,é tendo visão ampla de todos que nos cercam, sem “piedade”,mas com compromisso e consciência do querer um bem coletivo,que passa por cada um de nós e chega aos outros,de forma natural.
O que julgava ser um “sonho fantasioso”, digo hoje feliz que NÃO É!tudo é muito real e ouso dizer que,qualquer pessoa que,na atual realidade, não caminhar para essa evolução, está fadada ao isolamento, ao que se chama de real “EXCLUSÃO”.
Que venham, que nasçam, renasçam centenas, milhares(até atingirmos a todos)…que brotem infinitos “João Antônio”,”Marias”,”Josés”…todos são bem-vindos a essa nova realidade!”



Waldirene

»crosslinked«

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Teo disse:

    Devemos ter em mente que João antônio teve uma grande ideia, o projeto é muito bom.

    Embora até representantes do governo, não tenham reconhecido isso, e embora também seus próprios parceiros ainda sejam tímidos na sua divulgação.

    Mas eu prefiro ver como um empreendimento, não acho que João seja esse D. Quixote, utópico sonhador.

    O projeto tem um propósito : o de democratizar tópicos de informática. Mas ele acaba também sendo um excelente fator de promoção pessoal, merecidamente.

    Acho que surgirão vários parceiros num futuro próximo. E se eu pudesse dar uma sugestão ao João, eu levaria esses cursos (com essa linguagem didática) para outras mídias. Por exemplo uma coletânea em DVDs, para compra a baixo custo. Ou quem sabe um edição para portadores de necessidades especiais com dicas de EXCEL. Investir mais na produção para KIDs, ou uma edição só para Adolecentes, com dicas de uso do Orkut, Facebook, Messeger, Myspace, Tweet.

    enfim.

    Também gostaria de parabenizá-lo, João.

     

    boa sorte.

     

     

     

  2. Tiago Monteiro disse:

    Muito bacana! Podemos viver nesse novo paradigma sim, basta acreditar e apoiar projetos como o beabyte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *