Eu realmente tenho que estudar esse negócio?

nandopedrosa

Analista de Finanças e Controle - Ministério da Fazenda/Coordenação de Sistemas Graduação: Universidade Federal de Pernambuco Certificações: ITIL Foundation Certified Java Programmer Certified Java Associate Certified Aprovações: Concurso Ano Cargo Posição Organizadora PBGÁS 2007 Analista de Sistemas 1 FCC SERPRO 2008 Administração de TI 1 CESPE COPERGÁS 2008 Analista de Sistemas 1 UPENET INMETRO 2007 Analista de Sistemas 2 CESPE STN 2008 AFC-TI 2 ESAF STJ 2008 Analista Judiciário 3 CESPE TRF-5 2008 Analista Judiciário 5 FCC TRF-5 2008 Técnico Judiciário 5 FCC TCU 2008 ACE-TI 7 CESPE TJ-PE 2007 Analista Judiciário 11 FCC BNDES 2008 Analista de Sistemas 27 CESGRANRIO

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. João Carvalho disse:

    Tudo a ver. Venho constatando isso desde que fiz a minha primeira prova de concurso em 2007 (TCU). De lá para cá venho correndo atrás (atrás mesmo!) de conseguir esses conhecimentos. Muita coisa a aprender, conceitos abrangentes e, para nós técnicos, completamente distantes, num primeiro instante. Mas encorajo os colegas a iniciarem e prosseguirem: hoje o meu melhor rendimento é Gestão e Governança de TI. Nas últimas provas que fiz (TCU e MPU) foi o que mais me ajudou.

    Fernando Lopes, excelente o teu post!

    Obrigado.

  2. Henrique disse:

    Excelente este post. Hoje o profissional de TI não sabe o que é e como funciona a Governança de TI, estará fora do mercado.

    O importante é buscar conhecimento pois o tema é muito abrangente. Sou de BH e recomendo a todos um excelente curso. Comecei neste mês uma pós-graduação em Gestão de Tecnologia na PUC Minas e recomendo.

    A grade de materias passa por todos esses tópicos, Itil, COBIT, PMBOK, além de Planejamento Estratégico, PETI, entre outras disciplinas.

     

  3. Thiago Pauxis disse:

    Ótimo post, nandopedrosa, e realmente muito oportunista!  Sou recém-concursado do Governo do Estado do Amapá e trabalho no Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap). Minha área é redes e hoje trabalho com infraestrutura, mas mesmo assim sinto a necessidade de conhecimentos em GTI, pois passei a compor uma espécie de ‘conselho deliberativo’ que basicamente intermedia questões entre a alta hierarquia administrativa e o corpo técnico, e no meu cotidiano lido com situações exatamente como as citadas no texto.

    Também fiz o concurso do MPU2010 e fiquei surpreso com o peso das questões de GTI. Resolvi levar a sério a curiosidade que havia me guiado a algumas coisas relacionadas à GTI e já estou providenciando suprir minhas deficiências na área.

     

    Abraços !  O blog ganhou um seguidor !  o/

     

     

     

  4. José disse:

    Ótimo post… Eu sou da área de redes, fiz ciências da computação e nunca tinha visto nada de governança de TI na vida. Algum tempo atrás, peguei o material de ITIL e cobit e comecei a ler, mas achei muito chato e parei… Li alguns resumos também mas não adiantou nada.

    Mas o que é dito aí é verdade, muito díficil contratarem alguém pra ficar só fazendo serviços operacionais, eles vão querer alguém que tome decisões, tenha responsabilidades e gerencie (coisas que sei que não tenho conhecimento e tenho que me aprofundar)

    Agora fiz a prova do MPU onde quase metade da parte específica foi só sobre isso, e me ferrei bonito. Foi a gota d’água, decidi que vou fazer um curso online que me recomendaram primeiro de cobit e depois de ITIL. E quem sabe mais tarde um pmbok (esse eu achei o mais chato dos três hehehe!)

  5. Marcelo Guará disse:

    Muito bom o post!!!

    É isso mesmo, essa de ficar falando de assunto x ou y são sintomas da velha e já conhecida doença de alguns concurseiros a desculpite.

    O bom do post é já uma orientação pra quem sofre desse mal já ir iniciando o tratamento.

    Obrigado pelo excelente post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *