Minha proposta de como organizar os estudos

Bastante gente me pergunta qual o melhor jeito de estudar. A última vez, agora em Recife, enquanto ministrava um curso, me fez pensar mais sobre o assunto.

A resposta mais sensata, que acabei concordando: cada um tem o seu método. No entanto, muito concurseiro perde preciosos meses aprendendo a organizar seus estudos, sendo que, se tivesse algo mais fácil e pronto, poderia atingir objetivos mais rápido.

Dessa forma, com o intuito de ajudar quem tem um pouco mais de dificuldade ou está começando, divulgo aqui o meu método para organizar os estudos (pressuponho aqui que você já tenha o edital na praça, ou, ainda, exista edital anterior do concurso desejado):

  1. Baixe este arquivo, uma matriz que relaciona tópicos do edital com etapas de estudo – você pode fazer do seu jeito, se quiser;
  2. Transcreva os tópicos do edital para a planilha, para a coluna de tópicos, um em cada célula;
  3. A idéia é simples: para cada tópico você deve percorrer um conjunto de etapas, descrito nas colunas seguintes. Para cada etapa concluída, marque um X;
  4. Sombreie as etapas de estudo que pretende seguir para cada tópico, como no exemplo, mas nunca deixe de sombrear as etapas 2 e 4 para cada tópico;
  5. Minha humilde observação é que, dos concursos que fiz até hoje, consegui passar naqueles em que cobri, pelo menos, cerca de 60-70% das células de etapa (assim, o sombreamento nada mais é que sua meta de estudo para o edital);
  6. Assuntos em que eu tenho mais domínio e boa base de estudo, em geral, eu marco apenas as etapas 2 e 4;
  7. Aqueles mais complicados, mesmo tendo domínio, marco a coluna 3 também (se já fiz resumo anteriormente, a etapa 3 vira uma leitura detalhada do mesmo);

Algumas coisas que também podem funcionar:

  • intercalar, durante os estudos, os tópicos entre os diversos assuntos (todo mundo faz isso, menos eu – meu raciocínio funciona melhor top-down);
  • inserir mais uma coluna na planilha para colocar as datas de quando vai estudar o tópico (para fazer um cronograma com metas mais rígidas).

É isso! Não adiciono mais coisa porque deve ser algo para ajudar, não para acrescentar complexidade aos estudos. É o meu jeito, que seja útil!

Abraço,

Fagury.

»crosslinked«

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *