Diário de Coaching III – Conhecendo os Cargos

No post anterior, vimos que precisamos dar NOTAS aos concursos que temos em mente. Também, se se recordam, chamei a atenção para o fato de que a maior parte dos “concurseiros” evita este tipo de exercício, simplemente porque é melhor criar um Mundo Mágico no qual o cargo dos sonhos existe. O traiçoeiro “Autismo Concursístico”. Estou exagerando? Pois, deixem-me dar um exemplo, o qual gosto sempre de citar em sala.

Outro dia na TIMasters, foi o jeito eu intervir numa thread na qual estava se discutindo o cargo de Auditor de Sistemas da Receita Federal do Brasil. Quando eu tomei conhecimento da thread, já haviam batizado o cargo, criado a ementa do concurso e, para minha supresa, até haviam definido as atribuições do cargo. As pessoas não viam a hora de auditar os sistemas de informações das empresas, etc e talz. E o que tem demais nisso, WC?

Nada… Só o fato de que este cargo NÃO EXISTE e de que as atribuições citadas não fazem parte da competência da Receita Federal do Brasil. Como eu sei? Ora, eu fui Analista Tributário da Receita Federal do Brasil por três anos. A estória contada foi uma das maiores “Jornadas na Maionese” que eu tive conhecimento. Contudo, ela me deu uma certeza: a de que, se não orientados, boa parte dos concurseiros não pede nem permissão à torre, e começa a viajar n a cabeçeira da pista.

O exercício de atribuição da NOTA é justamente para que vocês procurem informações sobre o cargo para que possam tomar a melhor decisão. Uma decisão que, como também chamei atenção no texto passado,  pode mudar radicalemnte a vida de vocês.

– Sim, Walter, eu já entendi, mas, afinal, como posso coletar informações sobre o cargo?

Bom, esta é a função desse post… 😉

  • Estudando a Área de Cargos do Blog: lá eu coloquei (e continuo colocando) depoimentos de aprovados nos principais cargos públicos de TI;
  • Acompanhando a Página do Órgão: lá você pode tomar conhecimento das principais atividades do órgão, onde o mesmo tem sede, as notícas institucionais, etc;
  • Notícias WEB e Impressas sobre o órgão: até hoje, tudo que cita a CGU é de meu interesse e vai direto para minha caixa de leitura. A própria página do órgão, normalmente, tem uma área de clipping de notícias. Porém, não se atenha apenas a ela, pois, com certeza, ela já estará filtrada, só com com notícias boas;
  • Consultando Amigos que já trabalham no órgãos: esse aqui é o nirvana! Se você tiver essa possibilidade, aproveite! Pois, esta vai ser uma das fontes mais confiáveis, se não a mais. Vale inclusive amigo de amigos. Só tome cuidado em detectar logo se o seu amigos é uma daquelas pessoas que reclama de tudo. Além de não ajudar, isto pode prejucar;
  • Ligando na Cara Dura para o Setor de TI do Órgão: Com vergonha? A minha experiência indica que os seus futuros colegas terão o maior prazer em esclarecer suas dúvidas. Só tome cuidado em não ser invasivo demais, pois você pode causar um falso positivo em engenharia social. Não vá perguntar qual é a versão do Firewall utilizado pela Polícia Federal, ok?

Bom, estas são algumas das alternativas de você se familiarizar com o órgão a ponto de se sentir confortável em atribuir-lhe uma NOTA. Rassalto, todavia, alguns cuidados que se deve ter nesse exercícios:

  • Procure sondar as Atividades de TI no Órgão. O cara entra cheio de gás perguntando quando ele vai começar a programar e em que liguagem, pois está cheio de idéias e, em vez, recebe um monte de contrato de terceirização para fiscalizar e acha que foi engando. Procure saber se no órgão se existe espaço para meter a mão-na-massa (e, muito importante, o  quão nobre é essa mão-na-massa);
  • Procure sondar a Maturidade da Área de TI do órgão. Galera, existem órgãos cuja TI é imensa, com várias oportunidades, cursos, etc. Já em outros, vai ser você, um terceirizado e um estagiário para cuidar de tudo;
  • Não deduza a área de TI pela Área-fim, pois são duas coisas diferentes. Ora, pode acontecer de o cara da área-fim tem direito a tudo (viagens, treinamentos, etc), enquanto a TI só fica consertando mouse. Verifique também se esta separação de cargos é institucional, pois isto pode ser prejudicial à área de TI na época dos aumentos. Vide IPEA!;
  • Não deduza que existe Área de TI na Sua Cidade, a não ser que você more em uma Metrópole Nacional ou Regional, provavelmente não existirá. Mesmo em órgãos de grande capilaridade, os servidores de TI ficam em sedes centrais, deixando as menores para os terceirizados. E não fique se sinta desprestigiado pelos terceirizados, a nao ser que você queira ficar trocando mouse e se suicidar na carreira de TI.  E não adianta ficar chorando para voltar para casa, porque conhece um amigo do cunhado do primo do cara da padaria que conseguiu voltar para casa em um ano;
  • Não deduza a atividade da Regional pelas do Órgão Central, pois também são muitos diferentes. O cara fica vendo notícias sobre o órgão central, onde normalmente as coisas acontecem, e vibra. Porém, como ele não quer sair de São Tomé dos Ferros, espera que lá vá ter os mesmo recursos. Sonha, Tonha!;
  • Procure saber qual a previsão de realização de Concurso. Não adianta ficar sonhando com aquele órgão que só realiza concursos de dez em dez anos e acabou de realizar um certame ano passado. A não sei que você tenha muito tempo. E o caso?

Pronto, seguidas essas orientações, você estrá apto a atribuir uma NOTA aos cargos e escolher, finalmente, com base no método descrito, o(s) cargo(s) dos sonhos . É muito provável que alguns dos cargos originais, depois de realizado o exercício com empenho, passem a ser considerado “Cargos dos Pesadelos”. Isso é sinal claro de que você está vencendo o “Autismo” e demontando o Mundo Mágico.

Agora que você já é capaz de escolher o(s) Concurso(s) Foco(s), no próximo encontro, vamos tratar de outro assunto muito negligenciado pelos Concurseiros: O Estudo do Edital do Concurso Foco!

Até lá!

Coach

 

»crosslinked«

Walter Cunha

O professor Walter Cunha é pós-graduado em Gerência de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Engenheiro Eletrônico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica ( ITA).

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. David disse:

    Wagner,
    Parabéns e muito obrigado pelas valiosas dicas.
    Abração,
    David.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *